— Ꭺʀᴋᴀɴᴜᴍ;

RAÇAS DE ARKANUM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

RAÇAS DE ARKANUM

Mensagem por Mestre de Arkanum em 21/3/2012, 01:15

Raças


Elfo: As mais graciosas e belas criaturas. Eles caminham livremente em praticamente todas as terras. Elfos consideram as batalhas como uma forma de arte, no calor da batalha seus golpes mais parecem passos de uma dança complexa, mas cautelosamente planejada. Dessa raça saem os melhores conjuradores de magia arcana, por terem uma enorme perícia nessa arte.

Humano: A maioria dos humanos descende de pioneiros, conquistadores, mercadores, refugiados e outras pessoas que viajam com frequência. Desse modo, o território dos humanos é uma mistura de povos – com diferenças físicas, culturais, religiosas e políticas. Simples ou refinados, de pele clara ou escura, extrovertidos ou austeros, primitivos ou civilizados, devotos ou impiedosos, os humanos se espalham pelo mundo.

Anão: Não importa a variação, ou o comportamento, todos os anões são conhecidos por sua afinidade com a forja, por mais complexa ou primitiva que seja. As matérias que geram são de qualidade superior a qualquer outro material criado por outras raças. Alguns podem ser criados somente por eles. Eles devem sua fama à resistência física e mágica que compartilham, seus conhecimentos sobre os minerais, e as táticas de guerra.

Halfling: Os halflings são espertos, competentes e oportunistas. Os indivíduos e os clãs desta raça encontram seu espaço em qualquer lugar. Muitas vezes, eles são viajantes e peregrinos, e os nativos os observam com desconfiança ou curiosidade. De acordo com o clã, os halflings podem ser cidadãos honestos e trabalhadores ou ladrões à espera de uma oportunidade para realizar um grande golpe e desaparecer na escuridão da noite. De qualquer forma, eles são sobreviventes astutos e engenhosos.

Hanker: Mais parece licantropos (homens lobo) em sua forma híbrida. Suas feições animalescas intimidam os seus inimigos e seu rugido amedronta os outros animais.

Masilar: São os ancestrais dos Elfos, belos e delicados como os atuais. Eles são especialmente ligados a ambientes aquáticos, mas não são dependentes dele.

Meio-Elfo: Algumas vezes, os humanos e os elfos se casam. Um elfo é atraído pela energia humana e o humano pela graciosidade élfica. Esses casamentos acabam depressa, na opinião dos elfos, porque a vida de um humano é muito curta, mas deixam um legado duradouro – os filhos meio-elfos. A vida de um meio-elfo pode ser árdua. Caso seja criado entre os parentes elfos, crescerá numa velocidade estonteante, atingindo a maturidade em duas décadas. O meio-elfo se tornará adulto muito antes que possa compreender a intricada arte e cultura élficas ou mesmo sua gramática. Ele ultrapassará rapidamente seus amigos de infância, adquirindo um corpo adulto, embora seja culturalmente uma criança segundo os padrões élficos. Em geral, ele abandona sua casa élfica, que não é mais um lar, e procura abrigo entre os humanos. Por outro lado, caso seja criado entre os humanos, ele será diferente de seus semelhantes: mais reservado, mais sensível, menos ambicioso e com amadurecimento mais lento. Alguns meio-elfos tentam se adaptar à sociedade humana, enquanto outros descobrem suas identidades exatamente nessa diferença. A maioria encontra seu lugar nas terras dos humanos, mas alguns continuam deslocados a vida inteira.

Anjos: São uma raça de celestiais, seres que vivem em Planos Exteriores de tendência boa. Os celestiais são completamente imbuídos de bondade – cada fibra de seus corpos e almas é baseada nesse conceito. Podem possuir qualquer tendência positiva. Não importa sua tendência, os anjos nunca mentem, roubam, ou trapaceiam. São sempre leais e benévolos. Sua honra é impecável. Todos os anjos foram abençoados com aparências atraentes, porém, sua verdadeira forma é desconhecida.

Centauros:São seres da floresta que evitam a companhia de estranhos. São arqueiros mortíferos e ainda mais temíveis em combate corporal. Um centauro é tão grande quanto um cavalo, porém mais alto e ligeiramente mais pesado. Tem cerca de 2,10 metros e pesa mais de 1 tonelada. Falam o idioma silvestre e o élfico.

Fadas: É um povo recluso. Elas abandonam seus lares apenas para combater o mal, corrigir a ausência de beleza e proteger seu território. As lendas dizem que as fadas apenas morrem em função de doenças ou ferimentos graves.

Licantropo: São humanoides, ou gigantes capazes de transformarem-se em animais. Em sua forma normal, um licantropo se parece com um integrante qualquer de sua espécie, embora os licantropos naturais ou amaldiçoados há muito tempo conservem ou adquiram aspectos de suas formas animais, como pelos abundantes e desordenados, dedos pontiagudos ou dedos longos e fortes. Na forma animal, o licantropo é semelhante a uma variação mais poderosa do animal original, mas uma observação cuidadosa revelará que seus olhos (que geralmente brilham em vermelho no escuro) demonstram uma fagulha de inteligência sobrenatural. Os licantropos malignos quase sempre se misturam na população comum, assumindo sua forma animal durante uma noite. (em especial durante a lua cheia) para propagar terror e carnificina. Os licantropos comuns costumam ser indivíduos reclusos, que se sentem desconfortáveis perto de um grande número de pessoas. Com frequência eles vivem sozinhos nas áreas selvagens, longe de vilas ou cidades. A licantropia pode ser disseminada como uma doença. Na maioria das vezes, um licantropo inicia sua vida como um humanoide ou gigante normal, mas contrai a enfermidade posteriormente, quando é ferido por um portador da doença. Essas criaturas são chamadas de licantropos amaldiçoados. Os demais que nascem com o subtipo metamorfo, são chamados de licantropos naturais.

Ninfas: São a personificação natural da beleza física e as guardiãs dos locais selvagens e sagrados. Elas são tão insuportavelmente encantadoras que até mesmo um vislumbre pode matas as pessoas mais fracas. As ninfas odeiam o mal e aqueles que maltratam a natureza por qualquer razão. Como a própria natureza, ela personifica uma enorme beleza e um perigo imenso. Elas podem ser graciosas e gentis com aqueles que reverenciam os lugares sagrados do mundo, mas pode ser implacável com os extratores que retiram mais do que precisam ou tratam a natureza de forma rude. Os animais de todos os tipos as acompanham, ignorando a presença de inimigos naturais, feras machucadas sabem que as ninfas trataram de seus ferimentos. Uma ninfa tem a altura e o peso de um elfo e falam a língua silvestre e comum.

Súcubos: São os mais belos demônios e vivem para seduzir os mortais. A criatura é deslumbrante, escultural e extraordinariamente bela, com uma pele impecável e cabelos negros. Seu aspecto tentador também possui um lado estranho: grandes asas de morcegos se projetam de suas costas e seus olhos brilham com um desejo sinistro.

Vampiros: Confinados para sempre no interior de seus caixões e a terra profana de suas tumbas, esses predadores noturnos constantemente elaboram novos planos para se fortalecer e propagar sua sórdida progênie no mundo todo. Os vampiros possuem a mesma aparência que tinham em vida, mas suas características são mais severas e ferozes, com o aspecto predatório dos lobos. Incorporam um gosto refinado e decadente e são capazes de se disfarçar entre a nobreza. Apesar de sua aparência humanoide, os vampiros podem ser facilmente reconhecidos uma vez que não possuem sombras e não refletem nenhuma imagem diante de espelhos.

Demônios: É a raça de monstros mais poderosa que há. Possuem uma grande força física e são capazes de utilizar poderosas magias. Normalmente encontram-se apenas nas profundezas do mundo de Arkanum, extremamente ligados a Somã, e raramente sobem à superfície; mas quando o fazem, causam muitas mortes e destruição. Alguns demônios foram criados pelo próprio Somã, enquanto alguns são criaturas que se perderam em seu próprio caminho, tendo o seu coração seduzido pelas trevas e deixaram de lado tudo o que um dia foram. A sua aparência varia de acordo com o tipo de demônio. Por exemplos, as Súcubos estão entre as mais atraentes e são conhecidas por drenar a energia vital de parceiro no ato sexual.


avatar
Mestre de Arkanum
Entities
Entities

Mensagens : 280
Data de inscrição : 10/01/2012

Perfil de Guerreiro
Player:
Raça:
Pontos de Vida:
10000/10000  (10000/10000)

Ver perfil do usuário http://arkanumrpg.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum